Cinco motivos para utilizar dois pares de luvas durante as cirurgias

Compartilhe:

A biossegurança do profissional e do paciente devem estar sempre em primeiro lugar na lista dos afazeres do dia-a-dia do cirurgião-dentista. Mas, como sabemos, na prática, a teoria é outra. É importante que o cirurgião-dentista se proteja, pois nem sempre sabemos quais doenças infectocontagiosas nossos pacientes podem ter escondidas em seu sangue.

Por isso, segundo alguns autores, é essencial o uso de duas luvas cirúrgicas durante um procedimento invasivo, e mostraremos aqui cinco motivos para que este tipo de conduta seja aplicada e sua proteção aumente consideravelmente.

Vejamos os motivos:

1- Usar duas luvas cirúrgicas reduz significativamente o risco de infecção à equipe da sala de cirurgia. A segunda luva ajuda a proteger contra agentes patogênicos quando a luva externa é perfurada.
2- Para um custo relativamente baixo, o uso de dois pares de luvas ajuda a fornecer um nível elevado de proteção. A luva interna reduz a exposição ao sangue do paciente em 87% quando a luva externa é perfurada.
3- O uso de dois pares de luvas é recomendado para cirurgias invasivas pelos principais guias de limpeza e esterilização em procedimentos odontológicos.
4- Luvas internas coloridas podem ajudar a melhorar a segurança de trabalho. Pesquisas mostram que a maioria dos furos é minúscula e identificada apenas após a cirurgia, e não no momento do incidente.
5- Luvas internas coloridas aumentam a visibilidade quanto a perfurações nas luvas externas sintéticas de 12% a 56%, e reduzem o tempo de conscientização de 67 segundos para 42 segundos.

Prevenção é o melhor remédio. Pense e comece a utilizar dois pares de luvas durante procedimentos invasivos ou cirurgias.

Fonte: O Dentista Acadêmico. Disponível em:  http://www.odentistaacademico.com.br/2016/09/5-motivos-para-utilizar-dois-pares-de.html. Acesso em: 21/08/2018.